O Jornal de Peniche ***************** Notas das últimas publicações

.posts recentes

. N.º 1284, de 24 de Agosto...

. NÚMERO ESPECIAL - FESTA D...

. N.º 1281, de 13 de Julho ...

. N.º 1280, de 22 de Junho ...

. FALECEU MONSENHOR MANUEL ...

. 1279 - 8 de Junho de 2010

. BETO

. Nº. 1278, de 25 de Maio d...

. N.º 1277, de 11 de Maio d...

. N.º 1276, de 27 de Abril ...

. N.º 1274, de 23 de Março ...

. N.º 1273, de 9 de Março d...

. 1272, de 23 de Fvereiro d...

. N.º 1271, de 9 de Feverei...

. 1270, de 26 de Janeiro de...

. 1267-1268-NATAL:

. Resultados de todas as el...

. ELEIÇÕES LEGISLATIVAS

. ELEIÇÕES - 7-6-2009:

. ECOS E NOTAS

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Junho 2009

. Março 2007

. Novembro 2006

.CONTADOR

..

Advogados
A VOZ DO MAR - Visitas

.QUINZENÁRIO REGIONALISTA.

- - - - -- Propriedade da Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Ajuda da Cidade de Peniche - - - - = = = = = = = = = Rua D. Luís de Ataíde, 19 1º Dto. = = = = = = = = - -- - - - - - - - - Telef e Fax 262 783 900 - - - - - - - - - - - - - = = = = = = = = 2520-428 PENICHE = = = = = = = = avozdomar@sapo.pt

================================

Quinta-feira, 26 de Agosto de 2010

N.º 1284, de 24 de Agosto de 2010

tags:
publicado por mispeniche às 15:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Julho de 2010

NÚMERO ESPECIAL - FESTA DE N.ª SENHORA DA BOA VIAGEM

PROGRAMA DA FESTA EM HONRA DE NOSSA SENHORA DA BOA VIAGEM - 2010

SÁBADO – 31 de Julho

08h00 - Alvorada com Fogo de Artifício

09h00 - Alvorada com a BANDA DA SERRA D'EL REI, pelas ruas da cidade

                Início do Arraial no Recinto do Baluarte

09h15 - Saudações às Entidades Eclesiásticas, Câmara Municipal e Capitania do Porto pela BANDA DA SERRA D'EL-REI

10h00 - A Banda percorrerá as ruas da cidade

16h00 - SARDINHA ASSADA na Ribeira Velha, confraternização oferecida à população e forasteiros com animação de RANCHOS FOLCLORICOS DE GERALDES E BOLHOS

18h00 - Classificação dos Barcos engalanados

19h00 - Eucaristia na Igreja Jubilar de S. Pedro

21h45 - PROCISSÃO NO MAR

Transladação das Venerandas Imagens, da Igreja Jubilar de S. Pedro para a Ribeira Velha com incorporação da BANDA DA SERRA D'EL-REI

22h00 - Solene Recepção ás Venerandas Imagens - Embarque e Procissão no Mar em HONRA DE NOSSA SENHORA DA BOA VIAGEM

24h00 - Regresso da procissão à Igreja Jubilar São Pedro

                 ITINERÁRIO - Campo da República, Rua José Estêvão e Igreja Jubilar de S. Pedro - No final da Procissão, Sessão de fogo aquático e solto, lançado na parte Sul da Marina, Molhes Oeste e Leste.

DOMINGO – 1 de Agosto

08h00  - Alvorada com Fogo Solto

09h00 - Alvorada com a FANFARRA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE PENICHE

11h00 – MISSA MARIAL E BÊNÇÃO DA FROTA, junto à Marína

                      Outras celebrações litúrgicas:

08h00 -  Missa na Igreja de Nossa Senhora dos Remédios

09h30  - Missa na Igreja de Nossa Senhora da Ajuda

11h30  - Missa na Igreja de Sant'Ana - S. Joaquim

19h00 -  Missa na Igreja Jubilar de S. Pedro

15h00 – PROCISSÃO EM TERRA

Incorporação das Venerandas Imagens, representações de várias entidades e Bandas Filarmónicas da Serra D'El-Rei e União 1° de Dezembro de Atouguia da Baleia

ITINERÁRIO - Igreja Jubilar de S, Pedro, Rua José Estevào, Praça Jacob Rodrigues Pereira, Rua Alexandre Herculano, Avenida 25 de Abril, Rua da Alegria, Largo da Ajuda, Rua D. Luís de Ataíde, Largo Bispo de Mariana, Rua 1º de Dezembro, Campo da Repúbica, Rua Pedro António Monteiro, Rua Dr. Francisco Seia, Igreja Jubilar de S. Pedro.

22h00  - ANIMAÇÃO NA RIBEIRA VELHA

SEGUNDA-FEIRA – 2 de Agosto

08h00 - Alvorada com Fogo Solto

09h00 - Alvorada com a FANFARRA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE PENICHE pelas ruas da cidade

11h00 - PROCISSÃO S. PEDRO GONÇALVES TELMO

                 Padroeiro dos Pescadores, incorporando a Fanfarra e Banda União 1º de Dezembro de Atouguia da Baleia

                 ITINERÁRIO - Igreja do S Pedro, Rua Dr. Francisco Seia, Rua Marquês de Pombal, Rua Garrett, Rua Marechal Gomes Freire de Andrade, Rua Antónío da Conceição Bento, Avenida 25 de Abril.

12h00 - Eucaristia na Igreja de Nossa Senhora da Ajuda

22h00 - ANIMAÇÃO NA RIBEIRA VELHA

TERÇA-FEIRA – 3 de Agosto

09h00 - Alvorada com Fogo Solto

22h00 - Distribuição de Taças e Troféus aos barcos engalanados

22h00 - ANIMAÇÃO NA RIBEIRA VELHA

Encerramento com Sessão de fogo solto

Todos os espectáculos serão gratuitos.

A Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem não tem fins lucrativos.

 

 

publicado por mispeniche às 19:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

N.º 1281, de 13 de Julho de 2010:

MORREU UM HOMEM DE FÉ

 

       Poucas pessoas deixaram na vida de quantos caminharam ao seu lado marcas maiores que aquelas que o Monsenhor Bastos, o Sr. Prior de tantos anos ou, como ele gostava de ser chamado, o Padre Bastos, deixou na nossa. O Padre Bastos foi dos que largou tudo e seguiu Jesus para ser pescador de homens, apascentar o Seu rebanho, ser sal da terra e candeia que ilumina o caminho. O Padre Bastos trouxe a palavra de Deus sob a forma de pão, tecto e agasalho mas também da Verdade, da Justiça e da Vida sem hesitações, sem tergiversações. Esteve do lado da Paz e da Concórdia, com um sentido cósmico do que estas palavras significam; ensinou-nos a abraçar a humanidade inteira cada vez que abraçávamos quem estava ao nosso lado. Ensinou-nos que a Vida é um valor supremo e que o Homem é a figura central do Universo, porque criatura dilecta de Deus, feita à Sua imagem e semelhança. Denunciou hipocrisias, meias verdades, novos e velhos farisaísmos. Ensinou-nos pela sua palavra e pela sua vida e esteve ao nosso lado, a bater palmas connosco e a soltar pombas à Nossa Senhora que tanto amou, esteve ao nosso lado quando, longe, nos escrevia cartas e percebíamos que nos guardava no coração, esteve ao nosso lado quando, longe, foi até nós nos mundos que percorreu levando o Evangelho à Emigração, esteve ao nosso lado sempre que dele precisámos e derramou nas nossas angústias e dúvidas o bálsamo purificador da mensagem de Cristo. O Padre Bastos ensinou-nos o culto filial por Nossa Senhora, como amparo e luz das nossas vidas. 

       Se tivesse que definir o Padre Bastos com apenas uma palavra, aquela que me viria imediatamente à cabeça seria “integridade”. É verdade que num homem tão multifacetado, este é um exercício perigosamente redutor; todavia é assim que o lembro, antes de recordar outras facetas: um homem de princípios, que defendia com absoluta coerência e impoluta dignidade, um homem do diálogo mas que não se deixava enredar nos truques da retórica nem cedia ao essencial, um homem que vivia o que pregava e foi duma fidelidade total aos votos que jurara: vivia a pobreza e o desprendimento das coisas do mundo, vivia a obediência á Igreja que amava e que acreditava convictamente ser fonte de Verdade. O Padre Bastos amava os seus semelhantes com a intensidade com que amamos um filho ou um irmão.  Deu de comer a quem tinha fome, socorreu os aflitos, visitou os presos e sempre o fez não para cumprir o cardápio das obras de misericórdia mas porque era para ele natural que fosse assim, porque via no seu próximo a imagem viva do Cristo sofredor que amava acima de todas as coisas. Na sua imensa obra social, o Padre Bastos foi profundamente solidário com os desprotegidos mas a sua acção foi mais além da simples solidariedade pois acrescentou-lhe o amor definidor da caridade não na sua caricatura esmolar mas no sentido imensamente belo com que São Paulo a descreveu à comunidade de Coríntia.

 

       O Padre Bastos, foi um homem de fé, duma fé profunda, visceral, vivida, que o fez sempre ter a certeza de que era possível concretizar grandes obras com recursos escassos e só não foi um idealista ou utópico porque nele perseguir utopias era uma forma de acreditar.

 

       Uma das suas jaculatórias preferidas, que me habituei a repetir com ele ao longo de toda a vida era: “Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao Vosso”. Na enorme simplicidade desta frase, encerra-se uma profunda radicalidade tão fortemente contrastante com o egoísmo bruto, a competição desregrada e a obsessão vertiginosa do poder que caracterizam o chamado mundo desenvolvido. E afinal, talvez , a mansidão e humildade de coração seja o segredo íntimo da felicidade.

 

       O Padre Bastos partiu mas permanece na memória e no coração de quantos privámos com ele e permanecerá também no coração dos nossos filhos a quem transmitimos que um homem Santo cruzou as nossas vidas, nos tocou e nos ensinou a amar a Deus e Deus nos Homens.

       O Padre Bastos acreditava na Comunhão dos Santos e na Vida Eterna.  Hoje, na Glória de Deus, o seu coração manso e humilde transporta certamente as fragilidades, as dificuldades e as esperanças de quantos amou aqui.

 

Junho 2010

 

Victor M. Gil, Médico, Professor Universitário, ex-acólito da Paróquia de Peniche

tags:
publicado por mispeniche às 16:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Junho de 2010

N.º 1280, de 22 de Junho de 2010:

publicado por mispeniche às 16:20
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 13 de Junho de 2010

FALECEU MONSENHOR MANUEL BASTOS


 

UM HOMEM QUE MARCOU O SÉCULO XX DE PENICHE

 


 

MONSENHOR MANUEL BASTOS

 

        Faleceu hoje, dia 12 de Junho de 2010, com 88 anos de idade e 62 de Sacerdócio, Monsenhor Manuel Bastos Rodrigues de Sousa. Nasceu a 5 de Maio de 1922 em Matadussos, freguesia e Paróquia de Esgueira, concelho de Aveiro, tendo sido ordenado sacerdote em 6 de Julho de 1947.

        A 14 de Setembro desse ano veio como Pároco para Peniche, paróquia pelo qual foi responsável até Setembro de 2008.

       Ao longo da sua vida sacerdotal exerceu as seguintes funções:

- capelão da Cadeia do Forte de Peniche (de Outubro de 1955 a Março de 1976);

-         capelão do Porto de Pesca de Peniche;

-         professor de Religião e Moral;

-         pároco de Vau, Amoreira, Olho Marinho e Serra d'EI Rei (temporariamente, por diversas ocasiões);

-         vigário da vara de Lourinhã e Peniche (de Janeiro de 1971 a Outubro de 1993).

-         membro da Comissão Nacional de Justiça e Paz.

-         membro do Conselho Presbiteral

-         grande impulsionador do Stella Maris (Apostolado do Mar)

      A 19 de Junho de 1981 foi nomeado Monsenhor. Ao longo dos sessenta e dois anos em que foi Pároco de Peniche marcou profundamente o panorama social da cidade, ultrapassando claramente as responsabilidades meramente religiosas, inerentes à função.

     Sempre na vanguarda, a actividade do Pe. Bastos multiplicou-se em muitos outros actos pastorais (conversas, cartas, viagens, etc.) e concretizou-se nos diversos Organismos, Movimentos e Serviços da paróquia.

      Faleceu, com 88 anos de idade e 62 de sacerdócio, o Monsenhor Manuel Bastos Rodrigues de Sousa, membro do Clero do Patriarcado.

 


MILHARES DE PESSOAS NA DESPEDIDA A MONSENHOR BASTOS 

 

CARDEAL PATRIARCA DE LISBOA PRESIDIU ÀS EXÉQUIAS

 

            O Cardeal Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, presidiu no passado dia 13, no Pavilhão Polivalente do Lar de Santa Maria de Peniche às exéquias de Monsenhor Manuel Bastos. Milhares de pessoas assistiram à cerimónia, despedindo-se deste pároco emérito da Paróquia de Peniche com 62 anos de sacerdócio.

            Monsenhor Manuel Bastos Rodrigues de Sousa, faleceu na madrugada de 12 de Junho, com 88 anos de idade, depois de um período de convalescença no Lar de Santa Maria, local onde fixou residência depois da morte de seu pai. O corpo do pároco esteve em câmara ardente nos dias 12 e 13 na Igreja de São Pedro, em Peniche, tendo sido transladado, ao final da manhã de 13 de Junho para o Pavilhão Polivalente de Peniche, um equipamento desportivo da cidade mandado construir por si na década de 60 e onde decorreram as cerimónias fúnebres. Milhares de pessoas encheram o pavilhão para o último adeus a este sacerdote carinhosamente tratado por muitos paroquianos por o “Senhor Prior”.

            Na homilia, o Cardeal Patriarca de Lisboa considerou Monsenhor Bastos como “um sacerdote que pode ser modelo para todos nós no amor a Deus” afirmando ainda que o pároco é “uma testemunha do amor a Cristo”, enfatizando assim “o amor e a fé” que o caracterizou ao longo da sua vida.

            Dezenas de sacerdotes, entidades oficiais e milhares de cidadãos anónimos participaram nas exéquias, seguindo depois em cortejo até ao cemitério de Peniche (Cemitério de Sant’Ana) onde foi sepultado no mesmo talhão onde se encontram seus pais, tal como era de sua vontade manifestada em vida.

            Figura incontornável da história de Peniche, na hora da despedida, responsáveis da Igreja Católica sublinharam a sua “generosidade” bem como a vasta obra que deixou à comunidade que serviu durante mais de seis décadas. D. Tomás da Silva Nunes, Bispo Auxiliar de Lisboa, em declarações à Rádio Renascença, afirmou que Monsenhor Bastos foi “um homem completamente desprendido de si próprio e de uma generosidade que a todos nos interpela”, destacando assim o espírito de servir deste pároco exemplar.

 


 


 

Homenagem emigrante ao Mons. Bastos

Ausentes, nós vamos lá estar
Comunidades emigrantes unem-se ao “até sempre” a Mons. Manuel Bastos 

P. Rui Pedro, missionário

     Hoje não vamos poder lá  estar! Mais uma vez, a distância aproxima-nos, irmana-nos misteriosamente na mesma fé e comunhão em Cristo.

     Continuaremos a ter-te lado-a-lado no nosso atribulado caminhar pelo mundo em demanda de um pão mais justo e trabalho digno. Contigo, o nosso peregrinar foi sempre mais sereno e acompanhado por um Deus que liberta e encoraja a prosseguir não obstante o fracasso e pecado.

     Foste farol seguro em noites de temporal! 

    Todos os anos nos visitastes nas Américas, Europa e Austrália como fiéis de pleno direito da tua paróquia. Éramos a diáspora sempre presente nos teus projectos pastorais, homilias, discursos, procissões, reuniões e numerosas obras sociais. Obrigado pelo carinho com que sempre falavas de nós!

     Visitaste-nos, como um pai, para falar de ousados projectos de solidariedade para pobres, órfãos e idosos; vieste até nós para partilhar inquietações missionárias de sacerdote preocupado com a vivência da fé em terra estrangeira; abandonavas a paróquia para manifestar, aos mais afastados da Igreja e Pátria, o amor divino que brotava do teu coração de pastor pobre, humilde, teimoso e utópico.

     Guardador de rebanhos que procuravas todos, especialmente aqueles mais tresmalhados pela emigração a que fomos forçados por causa de, nem o nosso mar, nem a nossa terra, nos matar a fome de dignidade.  

     A cidade de Peniche, a terra e o mar, vai hoje parar - como se deve fazer a todos aqueles e aquelas que dão exemplarmente a vida pelos outros, pelos feridos da vida – para contemplar a missão e homenagear a vocação de um dos homens mais incontornáveis e decisivos da sua história religiosa, social, cultural e política: Mons. Manuel Bastos Rodrigues de Sousa. 

     Homem do mar sempre fiel à  classe trabalhadora e suas lutas, profeta invulgar de uma igreja totalmente mergulhada na vida do povo, discípulo terno de um Deus que ama os pobres e, com eles, apressa a vinda do Reino, capelão de homens e mulheres honestos de todos os regimes políticos e partidos, militante que sonhava o desporto como escola única de educação para valores e saúde, amigo fiel que a ninguém deixada sem postal de aniversário ou agradecimento, padrinho de afilhados sem beira e sem conta (entre os quais me incluo também eu !), educador criativo sobre a força da tradição para identidade de uma comunidade, apóstolo da reconciliação entre partes desavindas, cooperador universal com todas as pessoas, grupos e crenças que tivessem como prioridade a dignidade humana e a caridade na verdade, grande defensor da liberdade de ensino e dos direitos dos migrantes de todas as latitudes. Grande divulgador da vida e exemplo de outros penichenses ilustres e homens fiéis ao Evangelho, como o Servo de Deus, D. António Ferreira Viçoso, que desejava ver beatificado pela Igreja. 

Um sacerdote exemplar

     Boa viagem, mestre de vida liberta, amigo dos emigrantes e meu mestre da arte sacerdotal! Ser padre requer arte, jeito e utopia. É esta herança que, ao findar do Ano sacerdotal, deixas aos cinco padres que silenciosamente geraste na fé, fruto do teu sacerdócio missionário e feliz! 

     Continua a interceder por todos os que sonhamos um mundo mais justo e solidário e trabalhamos incansavelmente, como tu, por uma Igreja que a todos incluí procurando aqueles de nós que andamos longe, perdidos no mar da vida! 

     Despeço-me com as mesmas tuas palavras, com as quais nos despedimos há dias, quando te visitei no teu leito de sofrimento e altar de entrega serena: “Até sempre, na casa de Deus!” 

 


publicado por mispeniche às 00:13
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 6 de Junho de 2010

1279 - 8 de Junho de 2010

publicado por mispeniche às 01:36
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 31 de Maio de 2010

BETO

MILHARES DE PESSOAS NO ADEUS EMOCIONADO AO CANTOR

 

 

VOZ DE BETO “CALOU-SE” AOS 42 ANOS

 

            A voz de Beto, considerada por muitos como uma das vozes mais românticas de Portugal, “calou-se” no passado dia 23 de Maio. O cantor, de 42 anos de idade e natural de Peniche, faleceu na manhã de domingo, vítima de doença súbita, na cidade das Caldas da Rainha, onde residia nos últimos tempos. Uma paragem cardio-respiratória terá estado na origem da morte do artista, cujo relatório da autópsia deverá estar concluído nas próximas semanas.

            Consternação, surpresa e dor. Foi assim que foi recebida a notícia da morte prematura deste artista, bastante acarinhado pelo público e pela terra que o viu nascer, Peniche. Com mais de 30 anos de carreira, a paixão pela música foi uma constante na vida de Beto que só a morte foi capaz de roubar.

            O funeral do artista realizou-se no passado dia 26 de Maio, numa moldura humana sem precedentes em Peniche, juntando milhares de pessoas no adeus emocionado ao cantor. Cidadãos anónimos, admiradores, amigos, familiares e muitos artistas ligados ao meio musical marcaram presença no último adeus a Beto, com muitas salvas de palmas e cantando temas do músico. A marcha popular do Alto do Pina, de Lisboa, de quem Beto era padrinho há vários anos, também se associou às cerimónias fúnebres, com cerca de 60 elementos na despedida do músico.

            Rita Guerra, Nucha, Ágata, Adelaide Ferreira, Mónica Sintra, Rebeca, Rui Bandeira, Ana Malhoa, José Malhoa, Pedro Miguéis, Nuno Barroso, Fernando Correia Marques, Axel, Dulce Guimarães, Lena Coelho, Ménito Ramos, Némanus e Canta Baía, entre outros, marcaram presença no funeral do cantor, numa emocionada homenagem que encheu por completo a Igreja de São Pedro, onde se realizou a missa de corpo presente e toda a zona envolvente do templo, com mais de quatro mil pessoas a despedirem-se de um dos filhos queridos da terra. Na opinião de muitos populares “este foi o maior funeral de sempre em Peniche”.

 “BETO DEU UM TOQUE DE CLASSE À MÚSICA PORTUGUESA”

             Com uma voz ímpar, Beto era considerado pelos seus pares como “um intérprete de excepção” e na hora da despedida, artistas como Fernando Correia Marques e Axel não hesitaram em afirmar que Beto tem “uma voz única que vai perdurar” e que a sua morte prematura representa “uma perda enorme para a música Portuguesa,” a quem Beto deu “um toque de classe”. Os amigos destacaram ainda as qualidades humanas de Beto, a quem recordam como “um amigo sempre disponível, solidário, simples e muito acarinhado pelos fãs.

De seu nome verdadeiro Albertino João Santos Pereira, Beto nasceu em Dezembro de 1967. Desde muito pequeno que começou a contactar o mundo da música, pela mão do seu pai, Veríssimo Pereira. Aos cinco anos de idade já cantava no grupo “Incas”, um grupo de música de baile de Peniche.

A sua vida esteve sempre ligada à música, inicialmente de forma amadora e, mais tarde de forma profissional. O cantor chegou a representar Portugal no Festival da OTI em 1998, na Costa Rica, com o tema "Quem Espera (Desespera)", tendo alcançado o 3.º lugar nesta competição internacional.

            Em 2000 foi convidado a gravar um disco com a cantora Rita Guerra, que deu origem ao álbum "Desencontros", apresentado por ambos em tournée por todo o país.
            Só em 2003 lançou o seu primeiro álbum a solo - "Olhar em Frente" - que a Associação Fonográfica Portuguesa certificou com  Disco de Prata, e que chegou a disco de platina, segundo a Rádio Romântica FM, que apoiou o álbum de compilação de temas do cantor.

Algumas das suas interpretações ficaram popularmente conhecidas através de músicas que gravou para algumas telenovelas da TVI, como "Nunca Digas Adeus" ou "Tudo por Amor". Em 2005 lançou o álbum "Influências", que em seis meses foi disco de platina com mais de 30.000 cópias vendidas. Em Outubro do mesmo ano, a convite de Maria João Abreu e José Raposo, estreou-se no teatro em “A revista é Liiinda”, no teatro Maria Vitória, tendo interpretado “Estrela da Manhã” e “Podia Ter Sido Amor” em dueto com Paula Sá.

             Nos anos seguintes lançou "Porto de Abrigo" e "Por minha conta e risco". No ano passado, a Farol editou aquele que viria a ser o seu último disco "O Melhor de Beto". 

HOMENAGEM DE UM AMIGO

(In AVOZ DO MAR n.º 1279, de 8 de Junho de 2010)

Beto:

        Não podíamos imaginar o que te ía acontecer. Passavas por momentos especiais da tua carreira. No início foi incerto, mas conseguiste. Conseguiste imensos êxitos, conseguiste conquistar amigos, conseguiste ganhar imensos fãs,…conseguiste com que muitos estranhos fizessem parte da tua vida, assim como tu fazias parte da vida deles. Conseguiste que cada canção tua fosse uma história escondida de vida.

        Nunca esqueceste aqueles que te impulsionaram para as tua curta mas bonita carreira. Tinha sempre uma palavra amiga para quem te rodeava… e eram muito os amigos que foste conquistando ao longo da vida sem que pedisses, porque amigos não se pedem, não se compram, amigos a gente sente ! Amigo é a base quando nos falta o chão. E tu eras o chão de muita gente… eras um amigo.

         Para ser amigo não é necessário ser um grande homem, basta ser humano e ter sentimentos. E tu tinhas e muitos. Estavas sempre presente e pronto a ajudar os mais necessitados, oferecendo a tua bonita voz a troco de nada. Passaste por palcos só por quereres ajudar, por amor, por gosto, por solidariedade com quem mais necessitava. Nunca dizias não, estavas sempre presente.

        A tua voz fazia-nos estar bem com a vida…era única. E de uma coisa podes ter a certeza… a tua voz nunca irá desaparecer, nunca acabará, estejas onde estiveres.

         Partiste numa manhã de Domingo, estava um dia triste, com o céu pleno de nuvens cinzentas, e mais cinzentas ficaram quando, em vez de ouvir a tua voz, ouvi a notícia que não queria ouvir. O dia ficou mais triste, muito mais triste… uma tristeza em que não queria acreditar…Mas sim, infelizmente era verdade, Tinhas partido. A dôr apoderou-se do meu peito, uma dôr imensa de revolta. Porque a vida nos prega estas partidas?   Porquê a vida é tão injusta? Porquê?

         Mas tu não partiste, apenas mudaste de morada, porque vais estar sempre nos nossos corações assim como a tua voz continuará a ser ouvida no nosso dia a dia, porque vozes como a tua não acabam. É a voz de um amigo !

         Toda a gente é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo, e tu, de certeza estás a sentir o sofrimento de muita gente… gente essa que te amava e adorava.

         Amigo, não páres de cantar nunca, porque nós nunca te vamos deixar de ouvir.

        DESCANSA EM PAZ

Rogério Correia

publicado por mispeniche às 00:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

Nº. 1278, de 25 de Maio de 2010:

 

 

A VOZ DO CAMPO

 

NOTÍCIAS DE ATOUGUIA DA BALEIA

PASSEIOS DA TERCEIRA IDADE

      À Terceira Idade de toda a nossa Freguesia, a Junta proporcionou passeios, ao longo de vários sábados de Abril e Maio, tendo como itinerários o Luso, Bussaco, Góis, Lousã e Pombal, localidades com motivos muito agradáveis e que merecem ser visitados.

Os idosos tiveram assim, graças à Junta de Freguesia, oportunidade de visitarem vários e agradáveis locais, que decerto muitos não conheciam, estando por isso muito reconhecidos à Junta de Freguesia.

PASSEIO-CONVÍVIO

A Junta de Freguesia de Atouguia da Baleia, a exemplo dos anos anteriores, proporcionou também mais um passeio/convívio aos seus funcionários e familiares com o mesmo itinerário dos passeios atrás referidos, no qual tomou parte também o Executivo e suas famílias.

O itinerário foi sem dúvida bem escolhido, tendo o almoço, oferecido pela Junta de Freguesia, tido lugar num local aprazível em Gois, o qual decorreu em ambiente de grande animação e convívio.

      Terminada a viagem, todos os participantes se manifestaram bastante satisfeitos e agradecidos à Junta.

 

NOTÍCIAS DE SÃO BERNARDINO

Por Nuno Bastos

FESTIVAL DE SOPAS

 Decorreu nos passados dias 24 e 25 de Abril o 1º Festival de Sopas de São Bernardino, iniciativa que contou coma presença de nove entidades do concelho e que suplantou largamente as expectativas da organização pelo número de público presente nos dois dias do festival.

A animar esteve presente o Rancho Folclórico “As Lavadeiras dos Bolhos” e o grupo de cantares regional “Mar à Vista”, assim como uma original quermesse constituída apenas por géneros alimentar que devido à sua singularidade despertou a curiosidade dos presentes.

Tendo em conta o sucesso do evento este será com certeza uma aposta a manter para o ano 2011 por parte da Direcção da União Desportiva e Cultural de São Bernardino, que aproveita a oportunidade para agradecer a todos os que contribuíram para esta iniciativa.

 

 

NOTÍCIAS DE BUFARDA

Por: José Noivo

PELO CENTRO SOCIAL

O Centro Social da Bufarda realizou no dia 25 de Abril 2010 mais um dos seus já habituais almoços/convívio.

Desta vez da ementa constava uma carne de borrego guisado confeccionado com batata cozida, incluindo pão, vinho, águas, sumos, sobremesa e café.

A Direcção do Centro Social faz questão de oferecer sempre e em cada dos seus almoços/convívio frango no churrasco como opção e sempre pelo mesmo preço.

Dada a grande participação de pessoas, estão já a ser preparadas outras datas e ementas para futuros almoços convívio.

De parabéns estão todos aqueles que benevolamente trabalham na realização deste e outros eventos sociais. BEM HAJAM.

CENTRO DE DIA

O Centro de Dia da Bufarda levou a efeito no dia 13 de Maio (Dia de Nossa Senhora de Fátima) uma excursão em que participaram alguns dos seus utentes idosos, familiares e amigos.

Com partida da Bufarda (Centro Social) por volta das 8 horas, as pessoas chegaram mesmo a tempo para a Missa da Festa e oportunidade única para todos de ver em Pessoa o PAPA BENTO XVI.

 O regresso aconteceu depois do almoço e a viagem parece ter agradado a todos.

FÁTIMA E OS DOIS IRMÃOS BUFARDEIROS

João Batista Jorge, de 70 anos de idade, resolveu um dia partir para Fátima não só de visita a Nossa Senhora do Rosário mas também para se fixar e trabalhar na Terra dos Pastorinhos (agora Cidade).

Solteiro e à data nos seus trinta anos de idade, João foi trabalhar para uma das muitas Casas de Religiosos existentes em Fátima, tendo executado tarefas de jardineiro.

As suas convicções religiosas e ligação à Igreja (tal como a maioria dos seus familiares) depressa levaram João Jorge a oferecer os seus serviços de Benévolo ao Santuário.

Todos os dias depois do trabalho lá ia João ajudar sempre com a mesma boa vontade e da mesma forma como ajuda e recebe na sua moradia peregrinos sem lhes cobrar dinheiro.

Homem de confiança das autoridades do Santuário, o João e outro seu colega transportaram um dia da Capelinha das Aparições até aos cofres-fortes da Instituição a Valiosa Coroa de NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE FÁTIMA já com a bala oferecida por JOÃO PAULO XXI.

Sua irmã, também solteira, D. Lucrécia do Rosário juntou-se a João após a morte de sua mãe e já leva de residente em Fátima cerca de 27 anos.

Ambos residem em casa própria e agora, já reformados, D. Lucrécia com os seus 88 anos não sai do seu 2º andar mas reza o seu terço todos os dias da janela do seu quarto com vista para a Basílica e distante de apenas cerca de 400 metros.

O João, quem o quiser encontrar é vê-lo todos os dias à noite na oração do Terço na Capelinha das Aparições.

São muitas as pessoas da Bufarda que de visita a Fátima fazem questão de visitar o João e a D. Lucrécia.

  Que Nossa Senhora lhes dê muita vida e melhor saúde.

TORNEIO DE SUECA

A Associação Cultural e Desportiva da Ribafria por iniciativa de um dos seus Directores realizou durante os passados meses de Março e Abril um Torneio de Sueca.

Com participantes de vários lugares incluindo a Bufarda, este torneio foi bastante disputado sendo que o PRIMEIRO PRÉMIO foi para o Duo Amaro da Costa Santos e Luís Ernesto, naturais e residentes em Bufarda.

JUNTA DE FREGUESIA

Mais um ano e a Junta de Freguesia de Atouguia da Baleia proporcionou  aos residentes de diversas aldeias da Freguesia os já habituais passeios para 3ª idade.

O primeiro para a Bufarda, realizado no passado dia 1º de Maio, teve como itinerário este ano: Partida da Bufarda, pelas 7 da manhã, rumo ao Luso com paragem para o pequeno almoço e visita às nascente da água do Luso, seguindo depois para o Bussaco, a seguir Góis com paragem  para uma rápida  visita à Vila e tempo para o almoço. A maioria das pessoas preferiu almoçar em piquenique desfrutando de belas instalações com mesas e assentos junto ao rio.

A seguir o grupo foi até Lousã onde puderam apreciar a beleza desta terra visitando o Castelo de Arouce, junto ao rio, onde alguns fizeram mesmo questão de visitar, nas arribas da serra, a Ermida de Nossa Senhora da Piedade.

Pena que não tenha sido programado, no regresso, uma visita simbólica à Mata da Bufarda, já que em Portugal, do nosso conhecimento, é o único nome gémeo com a Nossa Bufarda.

A Mata da Bufarda, para os que não conhecem, situa-se em Condeixa-a-Nova e perto de Conímbriga). Faz parte de uma reserva natural onde ainda existem algumas espécies de árvores de grande raridade sendo que a história desta Mata pode ser consultada na Internet em www.mata da Bufarda.com

NOTÍCIAS DE SERRA DE EL-REI

 

FESTA DA CRIANÇA

                Vai ter lugar no dia 29 de Maio de 2010, em Serra D’El-Rei, junto á Associação D. C. R. “A Serrana” uma festa para as crianças com insufláveis, música, dança e karaoke, jogos tradicionais e muita, muita animação. - Serviço de restaurante das 10h ás 18h. Entrada Livre - Organização da Banda Filarmónica “A Serrana” - Apoios: Junta de Freguesia de Serra D’El-Rei, Município de Peniche e 102 F.M

PLANO DE ACTIVIDADES DA JUNTA DE FREGUESIA DE SERRA D’EL-REI ATÉ AO FINAL DE 2010

        No dia 27 de Junho de 2010, 2º Passeio BTT. Inscrições até ao dia 20 de Junho, para os 30km ou 60km.

Programa: - 7h30 – Abertura do secretariado na A.D.C.R. “A Serrana”. Concentração dos participantes junto á sede da Serrana, com deslocação para o campo de jogos. - 8h45 – Briefing - 9h00 – Inicio do passeio - 13h00 – Almoço convívio para todos os participantes. - Valor da Inscrição: - 10€ - Inclui Passeio, dorsal, t-shirt, brindes, almoço e seguro - 8€ - Inclui Passeio, dorsal, t-shirt, brindes, almoço e seguro (para equipas com mais de 7 elementos inscritos) - Banhos quentes e lavagem de bicicletas - Mais informações: trilhosdelrei@gmail.com * Telm. 969 568 048 ou 916 168 245 - Inscrições: NIB 0045 5223 4023 5870 26014 - Organização: BTT Trilhos D’El-Rei e Junta de Freguesia de Serra D’El-Rei

         No dia 1 de Julho, comemorações do 7º Aniversário da Elevação da Serra D’El-Rei a Vila

         No dia 4 de Agosto, a tradicional Feira Anual e dia 8 Ciclismo “35 Voltas ao Aterro”

         No dia 26 de Setembro, Festival de Bandas Filarmónicas

        Posteriormente anunciaremos o programa destes eventos

NOVOS ESTABELECIMENTOS

         Abriram recentemente nesta Vila Serrana alguns modernos estabelecimentos comerciais vendendo diversos produtos dando uma situação mais atractiva para as nossas visitas. São os seguintes:

Tribeca-Restaurante-Brasserie

Almoço: 12h30-14h30; Jantar: 19h00-22h30. Encerra: Domingo á tarde e segunda-feira. Reservas: 262 909 461 ou 919 396 081. Site: www.tribeca-restaurante.com

Avenida da Serrana nº 5 - 2525-802 Serra D’El-Rei

Silver Coast Living de Marianne Jane Fletcher Smith

Avenida da Liberdade nº 69 - 2525-801 Serra D’El-Rei

Telf. 262 909 309 * Telm. 963 268 032 * Email: Elisa@silvercoastliving.com

Branco Carmim Design de Interiores e Decoração

Avenida da Liberdade nº 49 - 2525-810 Serra D’El-Rei

Telf/Fax: 262 909 563 * Telm. 968 901 963 * E-mail: linatc@msn.com

Atlas Property Portugal - Director: Julie George

Rua 4 de Agosto nº 68 - 2525-814 Serra D’El-Rei

Telf. 262 833 500 * Telm.919 114 935 * E-mail: info@atlaspropertyportugal.com

Site: www.atlaspropertyportugal.com

Sea Star de Rute Almeida

Rua do Aterro nº 48 - 2525-828 Serra D’El-Rei

Fax: 262 082 823 * Email: geral@seastar.com.pt

Retratos de Viagem – Reportagens fotográficas, casamentos. Baptizados e outras festas.

Loja 3 – Avenida da Liberdade nº 71 - 2525-801 Serra D’El-Rei

Telf.262 281 654

Boutique D’El-Rei de Carla Saraiva

Roupa e acessórios para todas as idades com preços acessíveis.

Travessa da Árvore nº 7 - 2525-801 Serra D’El-Rei

De segunda a Sábado das 9h30 ás 13h30 e das 15h ás 20h00

Telm. 919 003 463 * E-mail: boutiquedelrei@hotmail.com

Kaprixus Moda Jovem de Cláudia Santos

Avenida  da Liberdade nº 76 - 2525-801 Serra D’El-Rei

Telm. 918 313 759 * E-mail: claudiasantos1@hotmail.com

CLC Móveis de Carlos Manuel T. Carvalho

Móveis, sofás e colchões

Avenida da Liberdade nº 83 - 2525-801 Serra D’El-Rei

Telm. 922 170 590 * E-mail: clcmoveis@gmail.com

Suddenly Mediação Imobiliária Unipessoal, Lda

Avenida da Liberdade nº 75-A - 2525-801 Serra D’El-Rei

Telf.: 262 087 119 * Fax: 262 087 329* E-mail: priscila@sunddenly.pt

Site: www.suddenly.pt

 

 

 

 

publicado por mispeniche às 00:03
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Maio de 2010

N.º 1277, de 11 de Maio de 2010:

publicado por mispeniche às 10:32
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

N.º 1276, de 27 de Abril de 2010:

publicado por mispeniche às 14:50
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Março de 2010

N.º 1274, de 23 de Março de 2010.

N.º 1274, de 23 de Março de 2010:

publicado por mispeniche às 22:25
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Março de 2010

N.º 1273, de 9 de Março de 2010.

N.º 1273, de 9 de Março de 2010.

publicado por mispeniche às 23:16
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

1272, de 23 de Fvereiro de 2010:

1272 - 23 de Fevereiro de 2010

 

publicado por mispeniche às 19:31
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010

N.º 1271, de 9 de Fevereiro de 2010.

N.º 1271, de 9 de Fevereiro de 2010:

 

publicado por mispeniche às 18:48
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

1270, de 26 de Janeiro de 2010

publicado por mispeniche às 20:28
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

1267-1268-NATAL:

 

 

publicado por mispeniche às 15:47
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009

Resultados de todas as eleições para a Câmara Municipal de Peniche

 

 

Clique sobre o gráfico para ampliar, s.f.f.

 

publicado por mispeniche às 00:44
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

ELEIÇÕES LEGISLATIVAS

publicado por mispeniche às 00:15
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Junho de 2009

ELEIÇÕES - 7-6-2009:

RESULTADOS DO CONCELHO DE PENICHE - 7-6-2009:

CONCELHO DE PENICHE
MAPA COMPARATIVO DAS ELEIÇÕES PARA 
O PARLAMENTO EUROPEU
PARTIDOS 12-06-1994 13-06-1999 13-06-2004 07-06-2009
PS 2003 3654 3246 1801
PSD 2040 2036   2216
PCP/CDU 668 675 772 1076
CDS-PP 655 535   535
PSD/CDS     2231  
BE   109 314 772
Outros 214 183 282 442
Brancos e Nulos 225 292 337 645
Abstenções 15730 14821 15539 18042
% Abstenções 73,04 66,45 68,39 70,67
Total de eleitores 21535 22305 22721 25529

  

publicado por mispeniche às 15:00
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Março de 2007

ECOS E NOTAS

 

 

ECOS E NOTAS

240 PRAIAS COM BANDEIRA AZUL NA PRÓXIMA ÉPOCA BALNEAR

PENICHE MANTÉM SEIS BANDEIRAS AZUIS

Portugal vai ter mais 14 zonas balneares a hastearem este ano a bandeira azul. O símbolo de qualidade atribuído anualmente pela Associação Bandeira Azul da Europa vai contemplar 240 praias, contra 226 no ano passado. O galardão será visto também em 15 marinas, uma a menos do que em 2009. O concelho de Peniche irá manter as seis Bandeiras Azuis atribuídas em 2009.

No distrito de Leiria, são nove as praias que vão hastear a Bandeira Azul. Seis são do concelho de Peniche (Baleal Norte, Baleal Sul, Cova de Alfarroba, Gambôa, Supertubos e Consolação). As restantes praias são dos concelhos de Caldas da Rainha, Pombal e Nazaré.

«Temos este ano um número recorde de 240 praias, mais 14 do que no ano passado, o que é muito significativo. Depois do Inverno que tivemos e depois de tudo o que aconteceu na Madeira conseguimos manter este número recorde», afirmou o presidente da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), José Archer, no passado dia 6, altura em que foi divulgada a lista das praias que vão hastear o galardão. Para este responsável, este número recorde de praias com Bandeira Azul deve-se à preocupação de todos os portugueses em preservar a orla costeira. «Há uma preocupação das entidades no investimento e nas infra-estruturas que colocam nas praias, dos concessionários na forma como gerem as praias e das pessoas na forma como as utilizam», afirmou.

Este ano, a região norte vai hastear 56 Bandeiras Azuis, mais 13 do que no ano pasado. O centro terá 19 bandeiras, mais uma do que em 2009, devido à reentrada da praia de Esmoriz. A região do Tejo registou uma descida, com menos 11 bandeiras atribuídas em relação ao ano passado, devido à saída de três concelhos: Sintra, Cascais e Figueiró dos Vinhos. No Alentejo há 23 praias, mais duas do que em 2009, devido à reentrada da Fonte do Cortiço e Califórnia.

O Algarve continua a ser a região com maior número de Bandeiras Azuis, tendo sido contempladas 69 praias, mais 15 do que em 2009, e é também a região que mais aumentou o número de praias atribuídas com bandeira azul. Na Madeira, apesar dos danos causados pelas derrocadas, o número de Bandeiras Azuis diminuiu em cinco nas praias e uma em marinas, tendo um total de 16 praias contempladas. Os Açores foram a única região que manteve o número de praias com bandeiras Azul, 28.

As Bandeiras Azuis são atribuídas anualmente a praias e portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de segurança e conforto dos utentes, informação e sensibilização ambiental.

Consignação da empreitada e início dos trabalhos de construção do Centro de Alto Rendimento de Surf de Peniche decorreu no passado dia 22 de Abril

JÁ ARRANCOU A CONSTRUÇÃO DO CAR SUF

Catorze meses depois do lançamento da primeira pedra, arrancou finalmente a construção do futuro Centro de Alto Rendimento de Surf de Peniche. A assinatura do acto de consignação da empreitada de construção deste equipamento teve lugar no passado dia 22 de Abril.

Esta obra, cuja construção está a cargo de empresa Policon, S.A., está orçada em 1.346.918,55 euros, dos quais 740.251,88 euros provêm do orçamento do Município de Peniche, sendo os remanescentes 606.666,67 euros assegurados por co-financiamento comunitário, através do Programa Operacional Valorização do Território. Os trabalhos da referida empreitada foram iniciados no dia 26 de Abril de 2010 e prolongar-se-ão por 10 meses.

Este equipamento será composto por três áreas distintas: uma zona residencial, uma área polivalente e uma área comum /social. O conjunto de edifícios e restantes estruturas que integram o CAR Surf de Peniche serão construídos predominantemente em madeira, prevendo-se ainda instalação de um pequeno centro de interpretação ambiental vocacionado para a sustentabilidade e protecção dos recursos naturais.

A zona residencial, com capacidade para 30 pessoas, será composta por 7 quartos, 2 instalações sanitárias, 1 área técnica e 1 área para arrumações. A área Comum/Social será composta por espaços técnicos privados para os atletas e equipas, e outros de livre acesso, incluindo uma área destinada à instalação da sede de uma associação desportiva local.

A Área Polivalente consistirá numa zona multidisciplinar em piso natural, direccionada para a ocupação de tempos livres, realização de actividades físicas, jogos e animações. Esta área poderá ser também utilizada para colocação de tendas que permitam aumentar as capacidades do equipamento de acordo com necessidades pontuais.

De acordo com as exigências de funcionamento do equipamento, foi assinado um protocolo cooperação entre o Município de Peniche e a Escola Superior de Desporto de Rio Maior – Instituto Politécnico de Santarém em Janeiro de 2009, que estabelece as condições de ao nível do apoio técnico e operacional das actividades a desenvolver no Centro de Alto Rendimento de Surf de Peniche. Prevê-se assim a colaboração dessa instituição de ensino superior nos domínios da formação, da investigação, do desenvolvimento e da promoção do Surf, bem como na realização de estágios profissionais e na dinamização de actividades.

O Centro de Alto Rendimento de Surf de Peniche, no qual irá ser instalada a sede do Península de Peniche Surf Clube, encontra-se integrado na respectiva rede nacional, cumpre todas as exigências e requisitos técnicos e visa fomentar o alto rendimento nos desportos de ondas, através da construção de um equipamento desportivo de referência, que assegure a criação de condições indispensáveis à promoção da excelência desportiva, numa localização com características e potencialidades ímpares.

De acordo com o Município de Peniche, a construção do CAR Surf de Peniche, “é um dos resultados visíveis das décadas de aposta, dedicação e especialização do concelho no fomento dos desportos náuticos em geral e do surf em particular, os quais representam um dos principais recursos endógenos locais, capaz de distinguir Peniche face a qualquer outro destino turístico e de surf à escala global”.

MIA 2010 ENCONTRO DE MÚSICA IMPROVISADA EM ATOUGUIA DA BALEIA

ORGANIZAÇÃO ESPERA MAIS DE DUAS DEZENAS DE MÚSICOS PORTUGUESES E ESTRANGEIROS

Vai realizar-se nos próximos dias 29 e 30 de Maio, em Atouguia da Baleia, o 1º Encontro de Música Improvisada de Atouguia da Baleia - MIA 2010 – no Auditório da Sociedade Filarmónica.

O evento pretende organizar-se em torno de duas vertentes – artística e pedagógica – e acolherá diversos concertos, um workshop e um colóquio dedicados à área da experimentação e da inovação no campo da criação musical.

A organização espera a participação de mais de duas dezenas de músicos portugueses e estrangeiros, incluindo alguns dos nomes que marcam presença habitual no actual panorama da música improvisada e electroacústica no nosso país. Entre os convidados irá estar o trompetista alemão Johannes Krieger  que orientará um workshop sobre improvisação livre, aberto a todo o tipo de instrumentistas e experimentadores e decorrerá na tarde de 30 de Maio.

No dia da abertura do Encontro, 29 de Maio, terá lugar a realização de um colóquio/debate com a participação do jornalista e escritor Rui Eduardo Paes com larga experiência no acompanhamento das linguagens musicais vanguardistas. Segundo a organização, “este Encontro assume-se naturalmente como uma proposta arrojada, dado o seu carácter inédito na tradição da zona, mas pretende também ser um primeiro impulso para a sua continuidade no futuro como movimento enriquecedor da cultura desta vila histórica da região Oeste, no concelho de Peniche”.

O evento foi apresentado à comunicação social no passado dia 3, na Sociedade Filarmónica União 1º de Dezembro, em Atouguia da Baleia, numa conferência de imprensa em que participaram António Salvador, presidente da Junta de Freguesia de Atouguia da Baleia, Afonso Clara, responsável da Sociedade Filarmónica e Paulo Chagas, do PREC- Projecto Ressonante Criativo.

De referir que o PREC - Projecto Ressonante Experimental Criativo - "banda residente" é um projecto de “Música improvisada numa abordagem electro-acústica que percorre os caminhos do free-jazz e do avant-garde entre outros. A linguagem é a das fusões contemporâneas e desenvolve-se utilizando material proveniente do imaginário musical dos intérpretes, onde coabitam, em sucessivos flashes e de forma por vezes paradoxal, as estruturas caóticas e as soluções de referência”.

 Esta formação iniciou a sua actividade em 2008 no Festival Gouveia Art Rock, sendo constituída pelos músicos Paulo Chagas: saxofones, clarinetes, oboé, flauta; Fernando Simões: trombones, objectos; Paulo Duarte: guitarras; Mário Rui: electrónica, video-art e Paulo Ramos: voz, poesia. Deste projecto resultou já o álbum "Contageous Insanities" (A Beard of Snails, 2009) e o álbum "Easy listening" (Modisti, 2010).

No primeiro dia do evento, sábado, estão previstos dois concertos ao final da tarde (grupo e grupo 2) e a partir das 22 horas, um colóquio com Rui Eduardo Pães. A noite encerra com um concerto do PREC.

No domingo, dia 30 Maio, a partir das 15 horas tem lugar um workshop com Johannes Krieger , uma visita guiada pela vila com roteiro histórico, três concertos (grupos 4,5 e 6) e um concerto com o grupo Workshop. A partir das 20 horas realiza-se o concerto final do Ensemble MIA, estando a sessão solene de encerramento agendada para as 23 horas.

 

 

tags:
publicado por mispeniche às 18:48
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

POSTAIS ILUSTRADOS

     PENICHE... onde até a Natureza faz renda!    

 

PENICHE - RIBEIRA VELHA

(Foto: Carlos Tiago)

Edição n.º 1210/1211
Painel do Lavadouro de Peniche de Cima
publicado por mispeniche às 00:20
link do post | comentar | favorito
|

REVISTA DO PASSADO

 

 
 
 

 

 

 

10 ANOS

FÁTIMA: - ORAÇÃO DE JOÃO PAULO II NA CAPELINHA DAS APARIÇÕES

Numa oração aos peregri­nos reunidos em Fátima, João Paulo 1I confessou-se "feliz por estar neste lugar bendito".

O Papa saudou "todo o povo de Portugal" que convi­dou a acompanhá-lo "abrindo os seus corações" numa altu­ra em que se preparava para beatificar Francisco e Jacinta.

"Com os olhos fixos nos servos, Deus disse ao Fran­cisco e à Jacinta 'não tenhais medo de escalar a montanha da santidade'. Entreguemos nós a Deus o nosso sim ge­neroso", pediu.

O Papa lembrou também que "a beatificação dos pasto­rinhos é um convite a todos os cristãos para que vivam a sua vida com uma entrega a Deus e com a paz no mundo".

João Paulo II pediu ainda: "Saudemos a Virgem Mãe re­zando juntos a Avé Maria cheia de Graça".

.............................................................................................................................................

 (In n.º  1038,  de 23 de Maio de 2000).

20 ANOS

O FALECIMENTO DO DR. JONET

Vítima de doença súbita, faleceu no dia 26 de Abril, o Dr. Manuel Jonet Faria Gonçalves que desde Abril de 1987 exercia as funções de Director do Hospital de Peniche.

Apesar das dificuldades de vária ordem com que esta unidade de saúde se tem vindo a debater, nomea­damente carência de recursos finan­ceiros e de pessoal técnico especiali­zado, a sua actividade vinha registan­do. sob a direcção do Dr. Jonet signi­ficativos progressos em diversos sec­tores.

De assinalar também durante o seu mandato a recente instalação dum completo serviço de fisiatria e de um laboratório de análises clínicas cujo equipamento importou em 15 mil contos.

O seu funeral, em que participou uma enorme multidão, foi uma sentida manifestação de pesar.

(In n.º  798, de 17 de Maio de 1990).

30 ANOS

OS PESCADORES DE PENICHE CONTINUAM A SUA LUTA

Em plenário realizado no passa­do dia 4 de Maio, os pescadores de Peniche, no âmbito da luta que se tra­duziu já em duas greves de três dias cada uma, aprovaram uma moção exigindo do Governo uma resposta concreta quanto ao pagamento do Subsídio de Desemprego quando os barcos estão imobilizados por motivo de reparação ou por más condições climatéricas. Na mesma moção é exi­gido da Secretaria de Estado das Pes­cas a publicação imediata das Por­tarias Regulamentadoras do Trabalho para a pesca da sardinha, anzol e cer­cadoras.

Se as pretensões dos pescado­res não forem satisfeitas até 31 de Maio corrente, a luta sofrerá, por parte destes, um endurecimento até às últi­mas consequências, conforme está aprovado na mesma moção.

LIMPEZA DAS DOCAS

Temos constatado grande actividade em trabalhos de limpeza das docas interior e exterior constituídas pelo fosso das nossas muralhas. Da doca exterior foram retirados (aos pedaços e com certa espectacularida­de pelo uso de um potente guindaste) algumas velhas embarcações que há muito constituíam um estorvo ao seu uso. Da doca interior têm saído gran­des quantidades de lodo, visando a eliminação das camadas superiores putrefactas que provocam o tristemen­te conhecido "cheirinho da doca" que de quando em quando, temos de suportar.

(ln n.º 558, de 15 de Maio de 1980).

40 ANOS

INCÊNDIO EM PENICHE

Eram 11 horas da manhã do passado dia 1 de Maio quando um curto-circuito originou um incêndio num prédio da Rua Tenente Valadim, n.º 13. nesta Vila.

Chamados os Bombeiros Volun­tários, estes de pronto entraram em acção evitando que as chamas se alastrassem. Os prejuízos foram rela­tivamente pequenos, algumas roupas e uma peça de mobiliário. dada a prontidão com que os bombeiros actuaram.

      A habitação é pertença de Almorinda de Jesus Nico. viúva de João de Jesus, falecido há anos no naufrágio da traineira "Graça de Deus".

(In n.º 317, de 10 de Maio de 1970).

50 ANOS

SERVIÇOS PÚBLICOS

Pelo Município vai ser aberto concurso para a exploração de um serviço público de transporte colectivo a estabelecer na área desta vila, constituída pelas suas três freguesias Ajuda, Conceição e São Pedro. Tal serviço, inicialmente servirá apenas a área que se estende longo da hoje mais importante artéria de Peniche até à sua principal praia de banhos. Todavia, num futuro próximo, virá certamente a desenvolver-se noutros sentidos.

ESTRADAS MARGINAIS

Foi entregue ao Agente Técnico de Engenharia, Sr. Júlio Franco Lima, de Lisboa, o trabalho de elaboração dos projectos das estradas marginais entre o Cabo Carvoeiro e Peniche e entre esta vila e a Praia do Baleal, o qual se propôs executá-lo pelas quantias, respectivamente, de 5.500$00 e 5.000$00 por quilómetro, não incluindo o estudo das obras de arte especiais, que será pago à parte de acordo com as tabelas em vigor.

(In n.º 68, de 25 de Maio de 1960).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

tags:
publicado por mispeniche às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.OBRIGADO PELA SUA VISITA

...VOLTE SEMPRE... VOLTE SEMPRE... CONTAMOS CONSIGO ... VOLTE SEMPRE...VOLTE SEMPRE...

.mais sobre mim

blogs SAPO

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

.ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

------------- ESTATUTO EDITORIAL ----------- ---------DE --------------------------------- "A VOZ DO MAR": --------------- 1 - A VOZ DO MAR, propriedade da Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Nossa Senhora da Ajuda da Cidade de Peniche é um quinzenário regionalista que defendendo os interesses deste concelho igualmente faculta as suas colunas a regiões vizinhas (em especial a zona do litoral oeste onde se encontra) que julguem oportuno utilizá-las para idêntico fim. ----------- 2 - Órgão apartidário, de inspiração cristã, procura ser uma presença construtiva dentro da sociedade portuguesa na convicção de que a evolução desta e a consequente eliminação de situações de injustiça que a afectem será encontrada por via pacífica no diálogo aberto, livre e responsável que as diferentes correntes de opinião em tal empenhadas saberão com honra e dignidade travar entre si, diálogo esse que jamais perderá de vista quanto se preconiza na "Declaração Universal dos Direitos do Homem". ---------------- 3 - Dentro da acção formativa e informativa a que se propõe e desenvolvendo-se esta à luz da «Declaração» já referida, o nosso jornal mantendo-se atento aos problemas de âmbito local acolherá igualmente com o maior carinho toda a colaboração de interesse geral onde seriamente, com isenção e objectividade, se analisem actos e medidas de governantes e governados ou se reflicta sobre temas de Religião, de Economia, de Política, de Cultura, de Desporto. ------------------------------- 4 - Em conclusão A VOZ DO MAR assume o compromisso de respeitar os princípios deontológicos e a ética profissional inerentes à prática dum jornalismo digno. --------------------- (De harmonia com o publicado no n.º. 441)

.subscrever feeds